Sofreu um acidente e está em dúvida sobre a possibilidade de recuperação de seu veículo? Saiba como



Veículo Sinistrado, Perícia Automotiva

Recentemente recebemos a ligação de uma cliente que havia se envolvido em um acidente e teve seu veículo levado para uma oficina credenciada de sua seguradora. Intrigada com o orçamento, ela resolveu fazer uma avaliação pericial do veículo. Assim, fomos avaliar o estrago...

De acordo com a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) a indenização integral é caracterizada quando os prejuízos resultantes de um mesmo sinistro atingirem ou ultrapassarem 75% (ou percentual inferior quando previsto na apólice) do valor contratado pelo segurado. Em caso de roubo ou furto do veículo sem que o mesmo seja recuperado, há também a indenização integral.

De fato o orçamento para os reparos fornecido pela oficina credenciada estava abaixo dos 75%, mas será que a reparação era tecnicamente viável? Pois bem, é sobre isso que falaremos nesse post.

Ao avaliar o carro, constatamos danos em itens estruturais do veículo (longarinas, caixas de rodas, painel dianteiro, etc.), itens projetados para a absorção e distribuição da energia do impacto e para minimizar a transferência de força para os ocupantes do veículo, garantindo assim a segurança.

A reparação de itens estruturais se realizadas de maneira inadequada prejudicam a resistência ao impacto e podem gerar danos severos aos ocupantes do veículo em caso de um novo sinistro, além da depreciação do bem em uma avaliação futura, ou seja, esse veículo seria reprovado ou aprovado com restrição em uma vistoria cautelar e teria uma depreciação mínima de 30% do seu valor (o que é comum acontecer). O laudo foi emitido e enviado a seguradora que de início recusou a indenização integral. Não contente com o retorno emitido, a cliente solicitou que o veículo fosse levado a uma nova avaliação em uma concessionária FIAT, e, inexplicavelmente o orçamento ficava superior a 75% do valor do veículo e a seguradora então aceitou a perda total e indenização integral.

Fica a dica: Ao se envolver em um acidente solicite uma avaliação feita por um Engenheiro Mecânico e não aceite o primeiro orçamento fornecido por eles, a sua segurança não tem preço.

Obrigado,

Marcus Araújo.

#Sinistro #veículosinistrado #períciaautomotiva #recuperaçãodesinistro #seguradora #recuperaçãopelaseguradora #carrobatido

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags